Follow me on Twitter RSS FEED

Por que variar é sempre melhor...


Esse post vai ser um pouco diferente dos outros, ele é na verdade, a história sobre um grito.
                - Oras, mas professor Devasso, um grito?
Sim, meus pequeninos. Era uma vez um homem, um homem um tanto curioso, extremamente diferente, ele era um ator, de um filme bem antigo, não me recordo bem a época, foi quando ele gritou, uma flecha em sua bunda lhe fez solta o que seria o grito mais conhecido e usado na história do cinema, em clássicos como Star Wars, Indiana Jones e até mesmo filmezinhos da Disney que fizeram nossa infância. Eu lhes apresento O Grito:
video
 Desculpem a demora pequenos gafanhotos, mas isso vai ser normal. Prometo postar sempre que der! Capítulo VI é o próximo post.
Até mais.
Link do vídeo no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=cdbYsoEasio

Por que eu não consigo pensar com meu cérebro?

          Alô alô devassos e devassas, desculpem novamente pelo atraso nas postagens, acontece que foi uma semana meio corrida, mas quero dizer que já deixei alguns posts prontos para caso algo dê errado.


         Vou começar a postar com alguns intervalos maiores e não todos os dias, ok? Mas fiquem sempre atentos e COMENTEM! Comentários aumentam minha auto-estima e me dão vontade de escrever!

          Trago para você o inédito Capítulo V, uma parte muito importante na vida de nosso personagem e vocês saberão o por quê.

          Para quem não acompanha a história desde o início, vá no Índice de Capítulos, e procure os capítulos que ainda não leu.



Capítulo V – Por que eu não consigo pensar com meu cérebro?

Eu, Júlia, ambos. 

       - Vamos! Ela disse ao parar o carro.


       - Pode deixar, eu consigo ir sozinho... Disse siando do carro, quando peguei a pasta ela já estava atrás de mim para me segurar.


       - Eu ajudo...


       - Não, tudo bem...


       - Só quero saber se vai ficar bem, você está assim por minha causa!


       - Ok... Disse meio à contra-gosto.


       Ela me acompanhou até a porta, girou a chave e abriu o caminho para mim, fomos até a cozinha, que era estilo americana, então tecnicamente já estávamos nela, me servi de água e deixei a pasta na bancada de mármore negro, quando me virei Nicole estava debruçada do outro lado da bancada me olhando.


       - O que foi? Disse relaxado.


       - Nada não, só estava me perguntando porque você não...


       - O que você estava fazendo no banco até tarde da noite?


       Perguntei antes que ela entrasse no assunto de “Por que não me ligou?”


      - Ah... Eu fiquei por que não tinha nada para fazer hoje...


       - Tem certeza?


       - É...


       Felizmente a sueca não mentia bem, era fácil arrancar as coisas dela.


      - E por que passou na minha sala?

       - Eu sinto falta do seu perfume. - Lancei um olhar cético para ela e abri a geladeira para pegar um gelo saco de gelo.


       Ela lambeu os lábios em uma tentativa forçada de me distrair. Deu um pouco certo pois logo pensei “Deus! Como esqueci que a boca dela era tão grande?”.


       - Vamos, Nicole... Diga-me a verdade.


       - Ok, ok. Eu ia pegar a estátua de bronze que te dei de presente.


       - Por que?


       - Por que eu acho que fica muito brega na sua estante.


       - Tente de novo.


       -Por que era do meu pai. - Ela disse se aproximando.


       - Não me convenceu.


       - Por que ganhei do meu ex. - Ainda mais perto.


       - Não teste minha paciência.


       - Eu ia roubar da sua sala, por que então você viria falar comigo – Ela tocou meu no rosto.


       Franzi as sobrancelhas.


       - Eu ia quebrar seu desktop e a janela também.


       Doida, maluca, insana. Doida, maluca, se concentra Rodrigo. Ma... mãos grandes... loira, doida, sádica... Deus que boca!


       Já podia sentir seu hálito doce, sua boca quase encostada na minha.
       Doida, sádica... Dinheiro, trem, gatinhos atropelados, minha avó pelada, não, Rodrigo, não faça isso...

***

       - Ai!


       - O que foi?


       - Minhas costas machucadas!


       - Tudo bem, calma, isso, pronto, tá melhor?


       - Aham...

***

Merda, Rodrigo! Pensei quando vi aquela loira indo tomar banho.


Escondi o rosto no travesseiro para abafar o grito, mordi com raiva a fronha.


Por que eu não consigo pensar com meu cérebro?!

------------------


Música do DIA! Need You Now – Lady Antebellum. Essa música ficou extremamente popular, mas ainda assim é boa, os dois vocalistas tem uma sintonia quase perfeita, o que deixa a música extremamente audível.

O Brasil é, de longe, o melhor!

             Alô devassos e devassas que se dão ao trabalho de ler meu blog, hoje eu resolvi fazer um post especial, para mim e provavelmente para toda a América do Sul!

              Considerando esse clima de tensão que paira sobre o ar amazônico da Venezuela e da Colômbia, eu resolvi trazer uma coisa sobre isso para o post de hoje. Quem não sabe, Caracas (capital da Venezuela, ou como pode ser chamado o governo venezuelano) cortou relações com Bogotá (capital ou governo da Colômbia) após o diplomata colombiano afirmar que o governo da Venezuela abrigava em seu território mais de 1500 revolucionários das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), e Hugo Chavez (atual presidente da Venezuela) em um ato de diplomacia e compreensão fechou a embaixada colombiana em seu país e movimentou mais tropas para a fronteira Venezuela/Colômbia, cortando assim, todo tipo de relação diplomática restante entre os dois países.


                                                    E se... O Brasil Entrasse Em Guerra...

Bom, podem ter certeza que é pouco que provável que a guerra envolva a Argentina, a não ser que o Brasil enfrente a Argentina na final da Copa de 2014 e ganhe de 4 x 0 provocando assim, a morte por overdose de Diego Maradona. Como esse fato ainda está longe de acontecer, vamos nos preocupar com coisas mais atuais.

Eu vi a cerca de um ano atrás (mas ainda é atual) esse “folder” ou sei lá o que é isso, em um outro blog, não me lembro qual era, mas acho que foi no Arte-Bélica.



               Bom, como vocês podem ver, temos inimigos mais imediatos circundando nossas fronteiras. E um deles é as FARC aushUAHSUhausHSUhs Sério mesmo, o governo tem que fazer alguma coisa quanto à isso, vão deixar Chávez controlar o tráfico na América do Sul? Ou vão mandar toda a inteligência assassinar cada um deles até o fim dessa guerrilha revolucionária? Me desculpem os Bolivarianos de plantão, mas quando se trata da segurança do traseiro do Brasil, eu não me preocupo se são socialistas ou o diabo a quatro, eu só quero poder dormir sem me preocupar que a casa do lado possa estar traficando cocaína.

Espero que tenham gosta do post e COMENTEM! Se é que tem alguém que visita esse blog além de mim u_u.
 
Hj n tem música pq eu acabei de acordar u_u
 
Amanhã tem o Capítulo V! Fiquem ligados!

Índice de Capítulos

Bom devassos e devassas que acompanham a história sem título “publicada” em meu blog, a partir de hoje ela terá um título nada improvisado e sugestivo. Aqui eu lhes postarei o índice dos capítulos de:




“Uma história sem título” Por Júlia V. T. G. e Eduardo C. N. (vulgo devaneiosdevassos)
Capítulo I – Rodrigo.

Capítulo II – O Breu da Demissão.

Capítulo III – Vamos aos Negócios.

Capítulo IV – Como Pude Me Esquecer de Mãos Tão Grandes?
 
Se divirtam com nossos momentos de devaneios.
Em breve o próximo capítulo, neste mesmo canal, nesta mesma hora. Só aqui, no DevaneiosTripolares!

Mãos grandes são sempre melhores.


Pessoal, hoje o post está maior pois tem muitos diálogos, esse é o capítulo quatro, um capítulo sem ação, mas que introduz um pequeno romance pelo qual Rodrigo passará nos próximos parágrafos.
Eu, Júlia.

Capítulo IV – Como pude esquecer mãos tão grandes?
                Em algum lugar no fundo da minha mente pude ouvir o telefone tocar, estava abafado e distante.
                Tateei com a mão sobre a placa de vidro tirei o telefone do gancho. Ainda de olhos fechados, e ainda debruçado sobre alguma mesa, coloquei o fone no ouvido.
                - Quase me esqueci de avisar... Você tem uma semana para a primeira prestação!
                Reconheci a voz de imediato, abri meus olhos e levantei rápido, do outro lado da linha a mulher já havia desligado.
                Estava confuso, ainda segurava o fone na mão grudado no rosto, tentava entender o que acontecera.
                Percebi então que estava em meu escritório e meu relógio sobre a mesa indicava que eram quase 10h da noite.
                - O que diabos? – Perguntei a mim mesmo e recoloquei o telefone no gancho. Coloquei os cotovelos na mesa e soltei a cabeça sobre minhas mãos.
                - E agora? – Eu tive vontade de chorar, mas ficar esperneando em posição fetal não iria adiantar, foi quando o som de Harry Potter tocou indicando uma mensagem de texto em meu celular, meio trêmulo o segurei e li.
                “ A conta é 65-333-6 do B.ofC., prefiro que não me de em dinheiro vivo.”
                Instintivamente eu sorri e liguei de novo o Desktop. “Será que ela seria tão burra assim?” – Pensei. Coloquei a conta do banco no registro de dados, ela estava em meu nome, ou seja, ela sabia todos os meus dados e documentos, até mesmo meus documentos brasileiros, fiquei boquiaberto... Estaria com tesão se ela não estivesse me chantageando.
                Sentia-me inquieto e perdido, cansado e dolorido, tentei me concentrar em onde doía, puxei minha camisa social para fora da calça e arregacei as mangas para cima.
                O que eu poderia fazer? Ir à polícia? Para denunciar algo sem nenhuma prova? Procurar a embaixada e pedir proteção? Proteção contra o que?
                Peguei meu celular de novo, o número que me mandara a mensagem estava protegido, larguei de novo o aparelho sobre a mesa.
                Que loucura! Plano, preciso de um plano.
                Passei minha mão pela nuca e senti algo pegajoso, levei os dedos ao nariz e constatei que era sangue.
                Eca! Banho, preciso de um banho, isso sim!
                A luz do corredor se acendeu e pude ouvir passos soando pelo chão, foi então que cessaram em frente à minha porta.
                Segurei o ar em meus pulmões, não estava psicologicamente preparado para agüentar uma nova abordagem da gostosa.
                A porta se abriu e quem eu menos esperava entrou, Nicole (a sueca) pareceu tão surpresa quanto eu, quando falei.
                - O que você está fazendo aqui, Nicole?!
                Ela praguejou em sueco, lembrei como ela praguejava na cama.
                - Que puta susto! – Ela acendeu a luz e sua expressão ficou intensa – O que aconteceu com você, Rod?!
                Até então não tivera a oportunidade de me olhar, vi então que minha camisa estava rasgada e tinha uma série de hematomas no braço, puxei a camisa para cima e achei marcas roxas no tórax.             
                Nicole se aproximou com cuidado.
                - O que aconteceu?
                - An... Fui atropelado... – Menti, mas ela acreditou, então continuei. – Estava pensando em você, aí o sinal fechou...
                 - Ain! Assim eu me sinto culpada por roubar seu coração! – Eu ri prar não perder a amizade com benefícios que mantinha com ela. Nicole parecia mais bonita nesse momento, por isso não retruquei e deixei passar.
                - Deixa eu te ajudar! – Ela se aproximou devagar, pegou no meu queixo e levantou minha cabeça com cuidado me analisou. – É... Se nariz não está quebrado, acho que seu rosto voltará quase ao normal quando desinchar.
                - Quase ao normal?
                - É, não fique assim, eu ainda caso com você. - Eu ri novamente sem graça.
                - Vamos, vou te levar para um pronto socorro, se não pode piorar!
                - Não, não... Só quero ir para casa!
                - Deixa disso, vem! – Ela abraçou minha cintura tentando me levantar – Para! Ai!!! – Gritei quando a cadeira arrastou para trás e Nicole me deixou cair no chão.
                - Perdão, meu lindo! Ah meu Odin!!! – Ver aquela mulher de quase 1,80m de altura se abaixando e tentando me ajudar era uma cena quase cômica.
                - Meu Odin? Disse como se zombasse dela.
                - Pois é... Nova fé...
                - Velha fé, não?
                - É...
                - Nunca pensei que você gostasse de histórias sangrentas e incestuosas, Nicole.
                - Gosto de muitas coisas, você já deveria imaginar.
                - Pois é... Concordei com um riso fraco ao lembrar-me das noites da semana passada.
                - Quer ir mesmo para casa?
                - Sim...
                - Então vou cuidar de ti!
                - An, Nicole... – Eu deixei que ela pegasse minhas pastas, minhas coisas e trancasse a porta enquanto eu esperava encostado na parede.
                Ela novamente envolveu minha cintura e tive a impressão de que eu nem precisava fazer força para andar.
                Acho que cochilei porque quando dei por mim já estava sentado no banco da frente do carro.
                Nicole se sentou atrás do volante e colocou sua mão sobre minha coxa. “Como pude me esquecer que ela tinha mãos tão grandes?”. Pensei.
                - Minha casa, ou sua?
                - Nicole... – A mão dela subiu pela minha coxa e eu encontrei um outro hematoma – Não me leve a mal, mas da última vez que você tentou tomar conta de mim, eu terminei algemado no chuveiro...
                - Você adorou!
                - Tava frio, tá legal?
                - Mas a sua dor de cabeça passou, não passou?
                - Fato, mas de brinde recuperei minha tendinite – Cocei o punho direito, ainda tinha a marca da algema – Eu só quero ir para casa.
                - Ta OK então... Ela pareceu meio frustrada, mas seguiu até chegar no prédio, o caminho foi bem quieto, exceto por algumas piadinhas.
Música do dia: Ojos Así – Shakira. Pode parecer meio estranho ouvir uma música tão pouco conhecida de uma artista que tem tudo ONA (coxona, bundona, peitudona...) o renome e o QI que ela tem, mas por mais que seja uma música sem grande conteúdo, ou sem muitos prêmios, é uma música que expressa um pouco da influência dos árabes no mundo ocidental, então acho que é por isso que eu gosto dela. Deem uma olhada/ouvida quando puderem.

Por que Brasília vai ser sempre a melhor!


Alô alô leitores! Hoje eu vou falar da Copa do mundo de 2014, quem não gosta de se foda, eu não to nem aí =D
Seguinte, como todo mundo sabe Sampa SE FUDEU, pois é? E o que será de nós agora com a maior cidade do Brasil e a 10ª cidade mais rica do mundo fudida? Eu digo: Será nada! Sampa se ferrou, a maioria das cidades não ta fazendo nada, e os partidos vão usar a copa como propaganda política! E nós como verdadeiros e bons eleitores iremos ponderar o que já foi e o que será feito! Qual será a solução de Sampa? Se render ao capitalismo barato e se endividar até o topo de seus arranha-céus? Ou simplesmente entregar a coroa para alguma outra cidade? Tcharan!! Ferrou geral, pane no sistema... O que eu to querendo dizer com isso? Viva a COPA  DE 2014!! O ANO DO BRASIL!!!! UHULES!!!! Gente, se mobilizem e criem uma crítica política mais forte do que a que vocês já tem, eu estou me aperfeiçoando para isso, e votem em DevaneiosDevassos para presidente! Eu prometo que só vou roubar dos ricos e que serei um Robin Hood honesto! (ou não) –q-q-q-q-q-q Outra coisa que eu quero dizer.... Assistam os comerciais do Brasil e sejam um pouco mais patriotas, tem alguns aqui ó:


Mais umas coisas, torçam para que abertura seja em Brasília! BH ta com nada! Se for aqui, eu dou um beijo nos leitores que vierem pra cá! –q
http://www.youtube.com/watch?v=ChwEHSrzFYw  Olha mas que cosa mas Bella!
Outra coisa, o mundo nem passou de 2012 ainda e Japão, Austrália, Coreia do Sul, Catar e Estados Unidos são candidatos para a Copa de 2022, enquanto Inglaterra, Estados Unidos, Rússia, Austrália, Bélgica/Holanda (candidatura comum) e Espanha/Portugal o são também para 2018. Que coisa não? Da uma olhada nos países e vê se tem algum pobrezinho aí? Acho que as próximas copas deviam revezar entre África e América do Sul, falei!


Existe alguém mais patriota do que eu? Ain ain....
Músicas de hoje: Wavin Flag – K’naan Não precisa nem falar o por que do post né? suAHSUHuash
Teve também Se – Djavan. Música extremamente boa, tem uma letra muito legal e você simplesmente relaxa quando tá ouvindo...

Capítulo III - Por que deixar com um gostinho de quero mais torna a história sempre melhor... (que título grande)


Então devassos leitores, como eu havia prometido aqui vai mais um capítulo da história, nesse capítulo o Rodrigo (personagem principal) acaba entrando numa enrascada, fiquem lendo, pois a partir daqui a história começa a ficar boa.
Para quem não leu os capítulos anteriores:
Legenda: Meus parágrafos, parágrafos da minha amiga Júlia.
CAPÍTULO III – Vamos aos Negócios.

-Ahn...- Meu cérebro estava devagar – Oi...
-Que bom que recebeu o recado...
Ouvi algo se arrastar atrás de mim, e uma cadeira dobrou meus joelhos, perdi novamente o equilíbrio e senti um par de mãos me agarrar pelos ombros e me obrigar a sentar.
Pelo peso nos meus ombros achei melhor não resistir e sentei.
-Então, vamos aos negócios! A voz disse, fluía como um líquido.
Lambi os lábios, a luz me cegava e eu me senti como em um filme de espionagem / máfia.
-Então, vamos aos negócios. Disse com incerteza do que fazer.
-É de meu conhecimento que sua família é bem feliz lá no Brasil.
-O que tem eles?! Meu tom de voz se alterou, pois se algo acontecesse com minha família, eu iria até o inferno atrás dessa mulher.
-Calma, gato. Ela se aproximou lentamente, deixando seu rosto moreno à mostra, lábios vermelhos e carnudos, os olhos castanhos a davam um charme latino e o seu vestido era tão justo que suas curvas pareciam o circuito de Mônaco, que deusa.
-O que acontecer com sua família, vai ser sua responsabilidade.
-Não faça nada... ARGH!!! A pessoa que me segurara pelos ombros agora estava me calando com murros na maçã do rosto.
-No rosto não, Big M.! – A mulher me encarou com um sorriso malicioso, se abaixou e me olhou nos olhos. – Acha que eu me exporia tanto, se soubesse que não iria negociar?
- O que você quer?! Eu já estava tomado pela raiva.
- Calma nervosão... Eu só quero 2 milhões de dólares para começar a vida, e depois uns 12 milhões em um ano, mais ou menos...
- E como espera que eu faça isso?
- Oras! E eu sei? Você tem ao alcance de suas mãos toda a riqueza da China! Mas tente não ser descoberto, sabe como é, né? Desfalque é punido com pena de morte aqui, e você seria um tremendo desperdício! 
Quando a mulher se calou a última coisa que senti foi uma dor tão forte que fez com que tudo se apagasse.


Música do Dia: Não tem! O iTunes não ta prestando e quando abro o youtube nunca me vem uma música boa na cabeça então... Hoje fica sem música =/


Até o próximo post Devvassos e Devassas!

A volta é sempre melhor....

Alô alô devassos leitores fantasmas de meu blog de devaneios e histórias estranhamente reproduzidos (que frase longa), eu vim falar a vocês que estou, oficialmente, ressuscitando do inferno chamado internet esse blog.
Bom, eu estava assistindo umas novelas nessas férias, e sabe o que eu andei pensando? Bom... Eu acho que as novelas do Brasil estão evoluindo, pois é, as filmagens estão ficando melhores, os autores mais liberais e as atrizes mais novas e bonitas.... Mas assim, também acho que ta ficando mais realistas como por exemplo, empregadas domésticas não vivem mais em mansões como costumavam viver.... Enfim, vamos deixas as novelas de lado.
A história do Rodrigo vai continuar, já são mais de 100 páginas manuscritas, e agora é que a história fica boa!!! Eu vou digitar e vou postar um capítulo maior amanhã!
Sabe outra coisa que eu tenho feito? Jogado pokémon online, o que me remeteu à minha infância, vocês ja pararam para refazer coisas da sua infância? Eu resolvi que vou reviver todos os fins de semana alguma coisa da minha infância, exceto as ruins, como por exemplo quando eu prendi o pé no freio de uma bicicleta e tiveram que entortar a bike da namorada do meu primo para tirar meu pé de lá.... Cuidado com garupas de bicicletas, sério, são cruéis!!!

Outra coisa que eu andei pensando, vou chamar mais alguém para me ajudar com o blog, provavelmente alguma amiga minha, mas não vai ser nada do tipo "sexo frágil" ou então "briga de gêneros" nem nada do tipo "mulheres vs. homens" (ou talvez vire, afinal, sempre temrá imagens picantes e videos engraçados nesses tipos de blog, e é exatemente isso que queremos tento evitar aqui). Bom gente, não esqueçam de comentar também viu?

Sabe um filme que eu vi? Não, vocês não sabem, duh!
Eu vi muitos filmes na verdade.... Mas em particular os que eu queria recomendar: Caso 39, Ensaio Sobre a Cegueira, A Jovem Rainha Vitória, Delícia de Loira Exibida, Guerra ao Terror... Eu vi todos e recomendo!

Músicas do dia: Why Don't You Get a Job? - The Offspring <- Música extremamente engraçada!


Olha, esse post não foi como a maioria dos outros, acontece que estou voltando a ter criatividade... então esperem o cérebro esquentar um pouco viu? Ainda é movido à alcool...

Ate mais devassos e devassas...